A Polícia Militar trabalha na operação Altos da Serra com a intensificação das ações de policiamento em São Joaquim, Urupema, Urubici e Bom Jardim da Serra. Comunidade e entidades destes municípios elogiam a atuação dos policias nesta primeira etapa das atividades que resultaram na apreensão de armas, drogas, notificação e remoção de veículos e abordagens a pessoas. A operação tem uma duração de trinta dias e segue até 25 de fevereiro.

 

A ideia é reforçar e garantir a segurança da população e de turistas nesta época de colheita da maçã e férias de verão.  O presidente da Associação dos Produtores de Maçã e Pera de Santa Catarina (Amap), Rogério Pereira, destaca que a operação repercute bem. “Tenho certeza que estaremos mais seguros e que a qualificação dos trabalhadores vai melhorar. A presença da PM já está afastando os maus intencionados”. 

 

Quem está em contato com os visitantes da região considera importante a realização dessa estratégia de policiamento. “Aqueles que chegam à Serra e veem os policiais nas ruas tem a certeza de que pode desfrutar das belezas naturais com segurança. Para o desenvolvimento e fortalecimento do turismo isso é ótimo”, destaca o guia Evandro Wiggers, representante do Fórum de Guias de Turismo.

 

Em Bom Jardim da Serra, a Altos da Serra conquistou a população. O prefeito Serginho Rodrigues de Oliveira diz que os comentários são muito positivos. “As pessoas estão falando muito bem da atuação da polícia. Nosso município vai se empenhar para que a operação tenha continuidade no ano que vem”.  

 

Da mesma forma ocorre em Urupema. A vice-prefeita Cristiane Pagani espera a operação seja realizada novamente por que os resultados estão sendo positivos. “Esse caráter inibitório com o fortalecimento da presença do policial militar melhora a segurança como um todo. Nessa primeira etapa da operação não houve nenhuma ocorrência na cidade”.

 

Na avaliação do comandante da PM em São Joaquim, tenente Guilherme Wildner Wolf, o resultado é satisfatório.  “A constância no policiamento tem trazido mais tranquilidade para toda a população. A quantidade de pessoas abordadas e de armamento tirado das ruas demonstram, por si, o sucesso da operação. Abordamos mais de 200 pessoas, cerca de 170 veículos e recolhemos três armas de fogo em 11 dias. Além disso, instauramos 51 procedimentos, um número bem expressivo”.

 

Na Altos da Serra, a PM faz barreiras policiais, visitas às propriedades produtoras de maçã e turismo, fiscalização de trânsito, abordagem a pessoas e veículos e varreduras.   

 

Texto: Catarinas Comunicação

Fotos: PM