Depois de alguns anúncios feitos durante a semana, sobre a previsão de ventos e possíveis danos, a reportagem do NotiserraSC pesquisou com alguns meteorologistas e engenheiros, qual a real possibilidade de acontecer o fenômeno previsto para o final de semana.

Com dados de três fontes, a previsão de ventos e cada previsão tem uma variação, mas todos apontam para ventania.

EPAGRi/CIRAM,divulgou informações do meteorologista, Clóvis Correa, as projeções são de que o ciclone extratropical atinja também Santa Catarina e Paraná com previsão para ventos fortes que podem ser de 80 km/h a 100 km/h.

“Há um sistema de baixa pressão sobre o Rio Grande do Sul que fará com o que o ciclone extratropical se forme. Vai acontecer. Mas não da forma como estão falando, onde os ventos podem ser devastadores”, esclarece.

Já para Piter Scheuer, meteorologista do Portal do tempo SC, é muito cedo ainda para ter certeza com relação a este ciclone. Tem previsão de rajadas de 80 a 100 km/h se fosse hoje, mas até a presente data pode mudar facilmente.

“Só posso bater o martelo mesmo na quinta-feira, pois até a presente data, pode ter alterações significativas. Eu trabalho em cima dos critérios americanos onde alertas como este anúncio entre 72  a 48 h” explica.

Está circulando nas redes sociais, um áudio do agrônomo Ronaldo Coutinho falando sobre as projeções para a formação do ciclone. No áudio, ele compara modelos de previsões como Europeu, Americano, Canadense e Brasileiro: o Inmet.

Segundo Ronaldo, no que se vê até agora, mantém o quadro de ventania no sábado e domingo, mais intenso entre sábado de tarde e noite e madrugada e manhã de domingo, afetará toda SC, especialmente do centro ao litoral, também boa parte do RS e pontos do PR.

Na serra, mantém a ventania, rajadas entre 90/120 km na cidade e acima dos 120/150 nos cumes acima dos 1500/1600 m ou mais. Ronaldo ressalta a atenção na rede elétrica e a destelhamentos.

Defesa Civil

Estamos acompanhando essas informações. Foram verificadas as previsões dos modelos mais utilizados. Somente 1, que foi o modelo europeu(ecmwf), indicou essa possibilidade para uma previsão de 120hrs, com uma grade de menor resolução. O ideal são modelos de alta resolução com uma previsão mais efetiva para até 72hrs. Ainda é cedo para enviar qualquer tipo de aviso/alerta. O setor está analisando os dados e as informações serão repassadas na medida que as rodadas dos modelos são disponibilizadas.