Unifique

Para aqueles que estão em suas casas torcendo por dias melhores e já estão cansados de ver novelas reprisadas ou filmes água com açúcar, apresento-lhes 10 séries imperdíveis para assistir na Netflix.

Lembrando não foram listadas as melhores ou as mais famosas, e sim séries com ótimas histórias, porém sem o sucesso expressivo de Breaking Bad, Stranger Things, La Casa de Papel, Mad Men, Vikings.

 

  • MINDHUNTER – para quem gosta de histórias de serial killers e quer conhecer alguns dos mais famosos assassinos em séries da história, esta série, que conta com duas temporadas, é um prato cheio. A série se passa em 1977 e gira em torno de dois agentes do FBI, que entrevistam assassinos em série presos, a fim de entender como esses criminosos pensam e aplicam esse conhecimento para resolver casos em andamento.
  • I AM NOT OKAY WITH THIS – para aqueles que são fãs de Stranger Things, esta série conta a história de Sydney uma adolescente aparentemente normal, que enfrenta problemas típicos de sua idade. Porém, uma série de poderes misteriosos começa a se manifestar, perturbando ainda mais a vida da menina.
  • A IRMANDADE – é uma série brasileira, ambientada nos anos 90, que traz a história de Cristina, uma advogada honesta e dedicada, que descobre que o irmão desaparecido há anos está, na verdade, preso por ser líder de uma facção criminosa. Ela então é obrigada a trabalhar para a polícia como informante, envolvendo-se em situações que a fazem questionar seus valores sobre a lei e a justiça.
  • RAGNAROK – com uma produção norueguesa e baseada na mitologia nórdica, Ragnarok se passa na cidade de Edda, na Noruega, onde alguns fatores climáticos, levam um grupo de amigos do ensino médio a acreditar no fim dos tempos (Ragnorok).
  • GODLESS – nessa série que homenageia os faroestes antigos, Frank Griffin é um fora-da-lei que aterroriza o Novo México à procura de Roy Goode, seu antigo parceiro que se tornou seu principal inimigo. Enquanto Roy se esconde no rancho de Alice Fletcher, a busca incessante de Frank o leva até a pequena cidade de La Belle – cuja população é inteiramente formada por mulheres.
  • SEGURANÇA EM JOGO – ótima série policial, com tons de espionagem, onde um veterano de guerra que agora trabalha para o Serviço de Polícia Metropolitano de Londres. Quando ele é designado para ser o guarda-costas da secretária do Ministério de Administração Interna do Reino Unido, cuja política representa tudo o que despreza.
  • O MÉTODO KOMINSKY – dos mesmos produtores de Two And Half Men, nesta comédia/Drama, Michael Douglas representa um homem de sorte e talento, que em poucos anos de carreira se consagra como um ator de sucesso de Hollywood. Por outro lado, seu agente e melhor amigo até acompanha o glamour do colega, mas não esquece dos problemas de sua própria vida.
  • DARK – quatro diferentes famílias vivem em uma pequena cidade alemã, quando suas vidas pacatas são completamente atormentadas, depois que duas crianças desaparecem misteriosamente e os segredos obscuros das suas famílias começam a ser desvendados. Série alemã de ótima qualidade e enredo envolvente.
  • THE ALIENIST – conta a história do alienista Laszlo Kreizler que ao lado do ilustrador John Moore e da primeira mulher a trabalhar na polícia de Nova York, se mete a investigar uma série de assassinatos de meninos que se prostituem na Nova York dos anos 1890.
  • O JUSTICEIROpara encerrar esta lista não poderia faltar este anti-herói. Frank Castle é um veterano de guerra impiedoso que trava sua batalha pessoal contra malfeitores, alimentada pelo ódio gerado quando sua família foi pega no fogo cruzado durante um tiroteio entre mafiosos.

 

Com tanta série boa #ficaadica para o fenômeno de audiência e sucesso consagrado na América do Sul TOY BOY. Com uma história comum e cheia de clichês, porém que conquistou os fãs brasileiros, esta série retrata a vida do stripper Hugo, jovem que desfruta da vida, com muito sexo, dinheiro, festas. Contudo, ele coloca tudo a perder ao se envolver com uma mulher mais velha e poderosa chamada Macarena.

 

 

 

Por Leonardo Albuquerque.