Nesta sexta (16), inicia o 34º Encontro Catarinense de Apicultores e Meliponicultores em São Joaquim. O evento acontecerá até sábado (17) no Parque Nacional da Maçã e pretende movimentar a cidade. O tema desse ano será Apicultura: Desenvolvimento Socioeconômico e Ambiental. “Tudo está sendo feito para os apicultores e meliponicultores de Santa Catarina. A participação é fundamental para a busca de soluções e informações”, diz Ênio Cesconeto, presidente da Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores (FAASC), uma das realizadoras do evento, junto com a Epagri, a Confederação Brasileira de Apicultura, a Associação Serrana de Apicultores (Asa), o Senar e o Sebrae. O encontro tem o patrocínio da Implavel, Apitec, Osjuan e a Imesul Metal Apícola e apoio da Prefeitura Municipal de São Joaquim.

 

A organização do encontro acredita que mais de 600 pessoas devem participar da programação técnica, que inclui palestras, mini-cursos, mesas redondas, com profissionais do Uruguai, da Bahia, Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “Nesse momento de crise do mercado do mel, teremos uma mesa redonda discutindo o assunto. Teremos também uma mesa tratando dos problemas ambientais, da mortandade de abelhas, com várias instituições envolvidas para tentar buscar soluções”, diz Ênio. Durante o encontro será escrita a Carta dos Apicultores, que será encaminhada ao governo do Estado, Ministério da Agricultura e a todas as instituições com atribuição na solução dos problemas relacionados aos apicultores e meliponicultores de Santa Catarina.

O evento tem ainda uma programação específica para as associações de apicultores, a Assembléia Geral da FAASC. Paralelamente vai acontecer a Expofeira, que esse ano foi ampliada para 50 metros. A Expofeira anterior, realizada em 2016 em Porto União, teve 40 metros. Esse ano irão participar mais de 20 empresas da área de insumos apícolas e equipamentos da Argentina, Rio Grande do Sul, Paraná, além de cerca de 14 empresas de Santa Catarina. A Expofeira é gratuita e aberta ao público, que terá aceso ao melhor da tecnologia de apicultura catarinense.