Aconteceu em 31 de Julho, no centro de eventos Newton Stélio Fontanella, em São Joaquim, o 9º Encontro Cooperativista de São Joaquim, onde reuniu as cooperativas de crédito, médicas e de alimentos existentes no município. A organização do evento aconteceu pela Cooperativa de Crédito SICOOB Crediserra, em comemoração ao dia Internacional do Cooperativismo, que acontece sempre no mês de julho.

Estavam presentes várias pessoas ligadas ao cooperativismo, além dos presidentes da SANJO, COOPERSERRA, Frutas de Ouro, SICOOB, CRESOL, além de representante da UNIMED, que é uma cooperativa de saúde. Durante o evento foram sorteados diversos brindes aos presentes, além de lembranças aos presidentes de todas as cooperativas de São Joaquim.

Foram apresentados vídeos das cooperativas existentes em São Joaquim, mostrando o trabalho prestado e a importância do tema para a comunidade. A idéia é fortalecer e difundir mais o movimento, para mostrar força dos cooperados e mostrar que o cooperativismo é um meio importante de desenvolvimento econômico no município.

Depois dos brindes, o palestrante Ênio Meinen, com 34 anos de experiência, ministrou uma palestra com o tema “Cooperativismo Financeiro”.

Para o Antônio Carlos Muniz, presidente da SICOOB Crediserra, organizadora do evento, esse encontro de cooperativas visa fomentar e aproximar ainda mais essa linha de trabalho em São Joaquim. “As Cooperativas são empresas diferentes, que carregam em seu DNA, valores e princípios que definem e norteiam o seu dia-a-dia, além de ser importante para o desenvolvimento e crescimento de uma cidade” frisa o Presidente.

Foram arrecadados 115 kg de alimentos, que foram entregues ao Hospital de São Joaquim.

O Cooperativismo é a doutrina que preconiza a colaboração e a associação de pessoas ou grupos com os mesmos interesses, a fim de obter vantagens comuns em suas atividades econômicas. O associativismo cooperativista tem por fundamento o progresso social da cooperação e do auxílio mútuo segundo o qual aqueles que se encontram na mesma situação desvantajosa de competição conseguem, pela soma de esforços, garantir a sobrevivência. Como fato econômico, o cooperativismo atua no sentido de reduzir os custos de produção, obter melhores condições de prazo e preço, edificar instalações de uso comum, enfim, interferir no sistema em vigor à procura de alternativas a seus métodos e soluções.