O Comitê Gestor que inclui as entidades hospitalares de Lages, onde a Prefeitura Municipal tem efetiva participação, principalmente por gerir o Centro de Triagem Regional, que atende os municípios da Região Serrana, emitiu NOTA OFICIAL, pelo risco iminente da falta de medicamentos para os pacientes internados pela Covid-19

A disponibilidade de medicamentos atingiu o limite crítico, ressalta a nota, alertando que nos próximos dias poderá ocorrer o comprometimento ao atendimento dos pacientes com coronavírus e outros que estejam internados em hospitais da Serra Catarinense.

A NOTA tem por objetivo o alerta à população, tendo em vista a gravidade da situação, onde se torna premente a união de esforços em todas as esferas de poder, para a solução imediata da reposição dos medicamentos em falta nos hospitais e centro de triagem regional.

COMUNICADO DOS HOSPITAIS, UPA e CENTRO DE TRIAGEM DA REGIÃO SERRANA SOBRE A FALTA DE MEDICAMENTOS

 

Passados mais de doze meses do início da Pandemia do Covid-19, no mês de março de 2021 as unidades hospitalares da Região Serrana enfrentaram o desafio de atender pacientes com necessidades de internação em leitos de UTI, sem que estes estivessem disponíveis, bem como trabalharam diuturnamente para ter acesso aos medicamentos necessários e indicados para aqueles que contraíram o coronavírus.

 

Estes fatos são de conhecimento público, porém se faz necessário reafirmarmos que para um atendimento de qualidade, é essencial que tenhamos os medicamentos necessários para a manutenção e restabelecimento daqueles que estão necessitando de nossos serviços. Como tais insumos estão escassos em todo País, existe um esforço diário para compra dos mesmos, eis que devido ao alto consumo estes desapareceram do mercado e quando disponibilizados e as compras ocorrem não há garantias de entrega.

 

A disponibilidade dos medicamentos, em especial propofol, midazolan, fentanil e rocurônio, atingiu o seu limite crítico e, eventualmente, nos próximos dias, poderá ocorrer o comprometimento de atendimento aos pacientes com coronavírus e outros que estejam internados nas unidades hospitalares de nossa região.

 

Um comitê de gestores se reúne diariamente para tratar de assuntos relacionados à pandemia e, dentre tantos outros problemas, uma de suas grandes preocupações diz respeito a dificuldade na aquisição destes medicamentos, cenário este que não deve mudar nos próximos dias.

 

 Este comunicado tem o objetivo de informar para toda a população da Região Serrana e às autoridades públicas, que a situação relacionada a falta de medicamentos nos Hospitais da Serra Catarinense é crítica, apesar de todos os esforços dos envolvidos na tentativa de solucionar a questão do desabastecimento.

Anexo: Nota dos Hospitais da Região Serrana

Fotos: divulgação