[dropcap]O[/dropcap] Rio Antonina, que abastece de água a cidade de São Joaquim, ficou com seu nível de água e captação muito baixas.

No registro do dia 1º de janeiro, o rio estava com sua capacidade bem reduzida. A Casan está nos  meios de comunicações solicitando a todos  que façam o uso consciente da água,  pois a situação dos mananciais está precária.  A estiagem está acima da média e não há previsão para chuvas que possam suprir a falta de água,  pois a terra está muito seca qualquer chuva ameniza as plantas,  mas não  abastece os lençóis freáticos.

A orientação de uso consciente sugere cuidados aos hábitos de higiene no banheiro (área da residência onde se consome o equivalente a 70% dos gastos de uma família), limpezas na cozinha e no pátio.

>> Confira algumas dicas:

 

Banho: esse é um dos momentos em que mais gastamos água

 

É natural que o banho seja também um momento de prazer e relaxamento, mas ter consciência sobre o quanto se gasta com o chuveiro aberto ajuda a reduzir esse tempo. É claro que tudo depende do tipo de chuveiro, se você mora em casa ou apartamento, mas, em média, gasta-se em torno de seis litros de água por minuto. Então, em um banho de 20 minutos, o gasto de água pode chegar a 120 litros.

 

Em um banho de cinco minutos (se você passar a marcar verá que não é pouco tempo), é possível reduzir o uso da água para 30 litros de água.

 

Em apartamentos, os números são mais alarmantes: um banho de 15 minutos consome 243 litros de água. Reduzindo o tempo para cinco minutos, a economia pode chegar a 162 litros.

 

Evite escovar os dentes, se barbear ou depilar embaixo do chuveiro.

 

Quando você escova os dentes durante cinco minutos com a torneira não muito aberta, gasta aproximadamente 12 litros de água em casa e 80 litros em apartamento. Se fechar a torneira enquanto escova os dentes, e enxaguar a boca com um copo d’água, pode economizar 11,5 litros em casa e 79 litros em apartamento.

 

Descarga: é preciso atenção nesse momento

 

Não aperte a descarga mais tempo do que o necessário.

 

Um vaso sanitário com válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta cerca de 12 litros. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros. Por esta razão, deve-se manter a válvula da descarga sempre regulada, consertando os problemas assim que forem notados.

 

Além disso, é importante não fazer o vaso sanitário de lixeira, jogando cabelos, cigarros, papéis ou outros materiais que vão exigir que a descarga seja acionada várias vezes.