[dropcap]F[/dropcap]oram cerca de dez meses pensando e preparando o evento. O Rescue Days Brasil, realizado pela primeira vez em Santa Catarina, já é considerado o segundo maior evento de resgate do mundo, ficando atrás somente do que é feito, há cada dois anos, na Alemanha.

 

Toda estrutura para possibilitar o aprendizado aos mais de 200 participantes somente foi possível graças ao esforço coletivo de pessoas e algumas instituições apoiadoras. Um trabalho de muitas mãos, coordenado pelo Tenente Coronel Hilton de Souza Zeferino, comandante do 6º Batalhão de Bombeiros de Chapecó.

O subcomandante de Chapecó, Capitão Anderson, explica que a logística do evento demandou um trabalho coordenado e integrado com as instituições parceiras. Até mesmo a alimentação dos participantes foi programada com alimentos de qualidade e quantidade suficientes para repor as energias perdidas durante as instruções.

 

 

 

A alimentação foi coordenada pela nutricionista Marcia Aparecida de Souza, que há quase dois anos atua na dieta dos jogadores do time de futebol da Chapecoense. Apesar de diferenças nos tipos de alimentos ofertados aos Bombeiros e profissionais durante o Rescue Days, ela diz que a prioridade foi oferecer alimentos para reposição calórica, que favoreçam o metabolismo e as sinapses neurais. Pois, passar um dia inteiro aprendendo e manuseando ferramentas pesadas demanda gastos energéticos físicos e mentais. “No Rescue Days nós também tivemos que ter uma visão global. Como são participantes que vêm de outros países foi preciso pensar em opções vegetarianas e para alérgicos a glúten ou lactose”, explicou.

 

 

 

 

Texto: Krislei Oechsler-Jornalista

Fotos: Soldado BM Tiago Moritz

Centro de Comunicação Social

Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.