Exército ajuda na implantação do centro de treinamento – Susana Küster

Há 15 anos, a estrutura da antiga Casan, em Lages, ficou abandonada. Pichações, sujeira e muito mato tomavam conta do local, que começou a mudar nas últimas semanas. Agora, o Corpo de Bombeiros de Lages é o responsável pela área, que possui cerca de 15 mil metros quadrados.

O espaço, que fica no Bairro São Cristóvão, foi cedido para os Bombeiros, pela Agência de Desenvolvimento Regional Lages (ADR) por meio de um termo de cooperação, válido até final de 2019.

O objetivo dos bombeiros para o terreno é realizar a prova de Certificação Internacional de Cães de Resgate e implantar vários tipos de estrutura, que servirão como treinamento para a corporação e os cães de resgate serem mais qualificados.

Será feita uma torre de salvamento em altura com restrição de espaço, para os bombeiros treinarem resgate em locais pequenos e apertados; estruturas para exercitar resgate veicular e em deslizamento; pista de 1,5 mil metros de busca e resgate de estrutura colapsada com materiais, que simulam desmoronamento e desabamento, e, pista de obediência e destreza para cães.

Além disso, também se estuda a possibilidade de arrumar objetos que ajudem os profissionais treinarem combate a incêndio em espaço confinado. “Para o ano que vem, queremos trazer a prova de certificação nacional em busca e resgate urbano. E, se a cessão for renovada, em 2020, o objetivo é trazer uma prova de certificação internacional”, afirma o soldado Luciano Warth Silva Rangel, responsável pelo setor de cinotécnico do Corpo de Bombeiros de Lages.

Economia

Se tudo isso se concretizar, a economia de Lages terá um incremento porque vários profissionais buscam essa certificação internacional, ela trará a Santa Catarina bombeiros de toda a América Latina. “Essa estrutura fica em área nobre e estava parada há 15 anos, sendo um desperdício de recurso público. Com tudo que temos planejado para ela, Lages virará em centro de treinamento e referência na área de segurança, e, isso com certeza, movimentará hotéis, comércio, postos de combustíveis, entre outros locais”, reforça.

Solidariedade

Porém, para colocar em prática tudo o que o Corpo de Bombeiros quer implantar no espaço, é preciso parceiros. Rangel diz que o órgão busca ajuda de instituições privadas e públicas para que o Corpo de Bombeiros consiga efetivar toda a estrutura planejada. Por enquanto, o Exército disponibilizou máquinas e cinco militares para ajudar nos serviços e, a pedreira Incopedra, doou escombros que não iria usar.

Quem quiser colaborar pode doar materiais de construção pesados, que simulam destruição, como vigas e colunas de concreto armado. Para maiores informações sobre como ajudar na construção do centro de treinamento, é só ir no Corpo de Bombeiros de Lages, que fica na Rua Mato Grosso, no Bairro São Cristóvão.

Fonte: CL MAIS