[dropcap]A[/dropcap] Gerência Regional de Saúde confirmou um caso de Influenza A com subtipagem H1N1, em Lages. Trata-se do caso de uma mulher, de 50 anos, que está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Tereza Ramos. Ela integra o grupo considerado de risco e prioritário para imunização, pois é portadora de doenças crônicas. O gerente regional de Saúde, Aloisio Piroli, explica que o subtipo do vírus H1N1, foi confirmado após análises de amostra feita pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen/SC).

Piroli reforça a importância de a comunidade aderir à campanha de imunização que segue até o dia 31 deste mês. A expectativa do Ministério da Saúde para a regional de Lages é de imunizar 101.597 pessoas que fazem parte do grupo prioritário da campanha. O índice de vacinação contra a gripe ainda é muito baixo na região da Serra Catarinense. “A imunização é a única forma segura que existes de se proteger contra as doenças”, afirma.

A baixa procura pela vacina contra a influenza é preocupante na região. Faltando três semanas para o término da campanha de vacinação contra influenza, estima-se que apenas 40 do público prioritário tenham se imunizado.

CL Mais