Foi entregue em São Joaquim, na Serra Catarinense, o projeto do estudo do licenciamento do aeroporto municipal Ismael Nunes, que será de suma importância para o desenvolvimento e crescimento da região. Quem realizou o estudo foi a UDESC, que fez a apresentação e entrega dos documentos para o Prefeito Giovani Nunes, na sede do SESC, na última sexta-feira (07) de junho.

Ao todo, o projeto custou ao município cerca de R$ 216 mil, onde foram feitos relatórios, com o intuito de liberar a pista junto a ANAC, para que finalmente São Joaquim possa receber aviões em seu Aeroporto.

Esse estudo era para ser feito antes da construção da pista, que era de chão batido e foi asfaltada, por esse fato o Aeroporto Municipal ainda não está funcionando.

O Prefeito Giovani Nunes, que juntamente com a equipe da Prefeitura, não mediu esforços para que o projeto fosse realizado e o aeroporto começar a entrar em funcionamento o quanto antes. “Uma grande notícia, recebemos o estudo ambiental de viabilidade do aeroporto Ismael Nunes, uma grande etapa cumprida, onde iniciamos em 2017, no início de nosso governo, onde o aeroporto já está coma pista pronta, já está quase adequado, falta apenas algumas pendências de detalhes para que ao aeroporto comece a funcionar e a ANAC libere os pousos e decolagens” afirma o Prefeito Giovani Nunes, grande entusiasta para que o aeródromo de São Joaquim comece a funcionar o quanto antes.

Agora, os documentos serão entregues ao instituto do meio ambiente, para que em breve forneça a viabilidade do funcionamento do aeroporto e os voos comecem a ser liberados.

A pista de pouso de São Joaquim, tem 1,3 mil metros de comprimento por 30 metros de largura.