Lideranças políticas de Lauro Müller, representando os Poderes Executivo e Legislativo, empresários e parlamentares se reuniram na manhã desta terça-feira (26) no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres, em Florianópolis, onde discutiram sobre a restrição do tráfego de caminhões na Serra do Rio do Rastro.

Há algumas semanas, a Rodovia SC-390, principal elo entre o litoral catarinense e o planalto serrano, está com restrição para veículos acima de seis toneladas. A decisão foi tomada pela Defesa Civil Estadual após desnivelamento apresentado na pista, que deixou de 4 a 6 de fevereiro a serra totalmente interditada por mais de 72h.

Diante do impacto econômico que a decisão tem gerado na região, nesta terça, as lideranças de Lauro Müller, capitaneadas pelo prefeito Valdir Fontanella, se reuniram com as autoridades estaduais para discutir o assunto. Participaram do encontro o secretário de Estado da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, e o geólogo Humberto Alves da Silva.

“Os municípios da região, tanto do litoral como da serra, estão tendo muitos prejuízos com a interdição desta importante rodovia. Esta decisão está mantando economicamente uma região. Algo precisa ser feito imediatamente. Defendemos que nossa Serra, diante da importância que possui, tanto para o turismo como para economia do estado, necessita de mais atenção”, defendeu Fontanella durante o encontro.

O secretário de Estado justificou mais uma vez sobre a decisão tomada e anunciou uma obra paliativa que deverá ser feita nos próximos dias para que seja possível a liberação total do tráfego. “Por questão de segurança foi necessário esta interdição, mas o que temos a dizer é que o Governo do Estado já autorizou uma obra paliativa e com isso poderemos liberar o tráfego novamente”, registrou o secretário João Batista.

O secretário assumiu o compromisso também de fazer uma reavaliação técnica nesses próximos dias estudando a possibilidade, junto ao Deinfra, de liberar o trânsito para até dez toneladas.

A reunião contou também com a participação do deputado estadual Volnei Weber, do secretário Executivo da Amrec, Acélio Casagrande, do presidente do Poder Legislativo, vereador Luciano Leodato, e vereadores Anderson Antonio Bez Batti, Ema Hofmann Bendet, Hélio Luiz Bunn, José Cambruzzi, José Antonio De Bettio, Pedro Luiz Machado, coordenador municipal de Defesa Civil, Rafael Bonotti, além de representantes de empresas privadas como da Madeireira São Mateus de Lauro Müller e transportes Pillon de Orleans.