A primeira corporação de bombeiros no Brasil foi criada por Dom Pedro II, no dia 02 de julho de 1856, por isso o Imperador foi consagrado patrono dos Corpos de Bombeiros Militares brasileiros e a data marcada como o Dia Nacional do Bombeiro.  O Decreto Federal 1775, regulamentou pela primeira vez o Serviço de Extinção de Incêndios no Brasil.

Na mesma legislação foi instituído que durante a semana que compreende o dia 02, deve ser realizada, ainda, a Semana de Prevenção contra Incêndio, visando atividades que minimizam as ocorrências.

Com a Proclamação da República, os Estados que possuíam melhores condições financeiras passaram a construir seus próprios Corpos de Bombeiros. As primeiras corporações foram criadas dentro de estruturas das Forças Estaduais, como eram chamadas as Polícias Militares.

Em Santa Catarina

 

No Estado, o Corpo de Bombeiros Militar foi criado pela Polícia Militar, por meio da Lei 1.288, de 16 de setembro de 1919. Mas foi no dia 26 de setembro de 1926 que efetivamente passaram a atuar sob o comando do coronel PM Pedro Lopes Vieira, comemorando, em 2019, 93 anos de existência.

 

01.07 AntigaBombeiros

 

A primeira Seção de Bombeiros foi instalada em Florianópolis e contava com 27 praças e um oficial da Polícia Militar. Em 1958, a primeira expansão levou a corporação para o interior do Estado, com uma Estação de Bombeiro na cidade de Blumenau. Dois anos depois foi criado o Serviço de Salvamento Aquático, oferecendo mais segurança para as pessoas.

 

01.07 AntigaBombeiros2

 

O serviço de socorro pré-hospitalar, que até hoje é uma rotina importante dos bombeiros, foi implementado em 1983, em Blumenau, e realizado por bombeiros socorristas.


Divisão de operações

No dia 13 de junho de 2003, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina deixou de integrar a estrutura organizacional da Polícia Militar e adquiriu status de corporação autônoma. O Corpo de Bombeiros Militar evoluiu ao longo destes anos e está presente em 135 municípios com efetivo de cerca de 2.596 militares, modernas viaturas e equipamentos destinados a transporte de pessoas ou nas operações de resgate, combate a incêndio ou salvamentos diversos, além das aeronaves.

“Nós temos uma corporação que é referência nacional e internacional, com profissionais altamente capacitados e treinados. Hoje o Corpo de Bombeiros Militar tem 97% da confiança da população e isso é motivo de orgulho para nós, que vamos nos aprimorar cada vez mais, para trazer ainda mais resultados positivos para Santa Catarina”, declara o Comandante-Geral, coronel BM Charles Alexandre Vieira.


Informações adicionais para a imprensa: 
Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa CBMSC