A Secretaria Municipal de Educação está focada na segurança da comunidade escolar para o retorno presencial das aulas na rede municipal de ensino, que está previsto para o dia 18 de fevereiro. Na tarde desta segunda-feira (1) aconteceu a primeira reunião de trabalho com os novos diretores e coordenadoras do município. No encontro, foram discutidas e estabelecidas as metas para o ano letivo que se inicia, seguindo todas as orientações estipuladas no Plano Municipal de Contingência – Educação (PLANCON), que respeita as determinações da legislação vigente, as recomendações da União dos Dirigentes Municipais de Santa Catarina (UNDIME) e também segue todos os protocolos sanitários estabelecidos pelos órgãos da saúde.

Neste início do ano letivo de 2021, o retorno vai acontecer de forma híbrida e por alternância. Seguindo assim, as orientações do Ministério Público e do Governo do Estado que preconiza que as unidades escolares devem contar com limitação de 50% de sua capacidade. As escolas vão atender os alunos cujos pais permitirem que eles frequentem as aulas de forma presencial, mas também serão atendidos os estudantes que optarem por continuar usando as plataformas digitais e entregas das atividades nas escolas nos dias marcados.

Cada estudante será analisado e receberá um diagnóstico de sua situação. Os pais também serão ouvidos e deverão assinar um termo de responsabilidade sobre a escolha de permitir que o aluno frequente as aulas de forma presencial ou não.

Transporte escolar

Além das regras básicas de higiene, no transporte escolar, haverá a limitação e o controle da lotação máxima de cada veículo da seguinte forma:

a) Veículo de passeio: resguardar intervalo de um assento vazio entre os passageiros nos bancos traseiros;

b) Van (incluindo Kombi): resguardar intervalo de um assento vazio entre os passageiros em todos os bancos;

c) Micro-ônibus: priorizar ocupação alternada dos assentos, até o limite de um ocupante por assento, sendo vedado passageiros em pé;
d) Ônibus: priorizar ocupação alternada dos assentos, até o limite de um ocupante por assento, sendo vedado passageiros em pé.

Hora do recreio

O momento do intervalo acontecerá em sala de aula, onde também será servida a merenda no mesmo ambiente. Todos os responsáveis pela alimentação escolar em cada unidade receberão a capacitação para seguir todas as regras sanitárias vigentes.

Higiene nos ambientes

Diariamente haverá procedimentos que garantam a higienização dos ambientes do estabelecimento, intensificando a limpeza com desinfetantes próprios para esta finalidade. A frequência na higienização será de uma vez a cada turno, as superfícies de uso comum de todos os ambientes do estabelecimento de ensino, tais como maçanetas das portas, corrimãos, botões de elevadores, interruptores, puxadores, bancos, mesas, acessórios em instalações sanitárias, com álcool 70% ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar, respeitando a característica do material quanto à escolha do


Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de São Joaquim