Unifique

Em mais uma etapa na programação da 29ª edição do Parlamento Jovem, os 40 estudantes participantes do programa estiveram no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa. Eles foram recepcionados pela deputada Marlene Fengler (PSD), que na ocasião representou o presidente da Alesc, deputado Moacir Sopelsa (MDB).

Na oportunidade, diversos estudantes relataram as suas experiências em participar do programa. Um dos depoimentos mais enfáticos foi o de Gabriela Volhanik, da Escola de Educação Básica Coronel Cid Gonzaga, de Porto União. Ela afirmou que a oportunidade de conhecer o funcionamento do Parlamento estadual e a rotina de atividades de um deputado modificou a opinião negativa que tinha em relação à política.  “O que eu pude aprender aqui é que política é um modo de pensar, um modo de agir e de mudar o pensamento de outras pessoas. Precisamos de leis e regras e elas são constituídas por pessoas, que são políticas e podem promover transformações para o plural, para o mundo.”

Na ocasião, a presidente da 29º edição do Parlamento Jovem, a estudante Dalviani Oliveira Carvalho, da EEB São José, de São Joaquim, também entregou para a presidência da Alesc o conjunto de proposições que o grupo elaborou.  As matérias constituem dez Projetos de Lei, quatro Moções e cinco Indicações, nas áreas de educação, saúde e meio ambiente. “Eu estou muito feliz com os temas que trouxemos aqui para esta Casa e que precisam ser debatidos mais vezes. E deixo um aviso para os demais estudantes: participem, estejam presentes na política da forma que vocês conseguirem.”

Ao final, a deputada Marlene Fengler, que preside a Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira, declarou que os depoimentos e os resultados alcançados pelos estudantes reforçam os objetivos visados pelo programa Parlamento Jovem, de aproximar o Legislativo estadual dos jovens e promover a educação para a cidadania. “Saber que a Assembleia Legislativa, através da Escola do Legislativo, promove uma transformação como essa faz com que a gente sinta aquela sensação de dever cumprido, pois estamos buscando a aproximação da sociedade com o Legislativo e que os jovens se interessem pela política, que façam a sua parte, participando e transformando aquilo que entendam que deva ser melhorado.”

 

 

Alexandre Back
AGÊNCIA AL