A limpeza de canaletas e bueiros foi concluída na quinta-feira (24) – Foto: Divulgação

[dropcap]O[/dropcap]s serviços de limpeza de canaletas e bueiros, remoção de uma mureta que caiu e causou prejuízos à iluminação da Serra do Rio do Rastro e uma operação tapa-buraco, foram concluídos no fim da semana passada pela superintendência de Criciúma, do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).

A rodovia estava danificada desde o dia 10 de janeiro, quando uma forte enxurrada atingiu a região, causando estragos na estrada. Os serviços de recuperação aconteceram desde Lauro Müller até o topo da Serra.

O engenheiro Civil do Deinfra de Criciúma, Carlos Augusto Rogério, explica que após a queda da mureta, houve necessidade de interromper o fornecimento de energia da iluminação da Serra do Rio do Rastro.

Segundo o órgão, a iluminação estava precária já havia algum tempo, por questões como vandalismo e queda de poste, mas se agravou após a enxurrada, o que fez com que o Deinfra, Polícia Rodoviária e a empresa Tesla (responsável pela iluminação pública do local) optassem pela interrupção do fornecimento de energia.

Rogério afirma que, na segunda-feira (28), a Telsa será acionada para que faça uma revisão no sistema elétrico, identificando os reais danos causados. Após isso, será iniciado o processo de recuperação para que a iluminação seja restaurada.

Serra do Corvo Branco será reaberta

Interditada desde o dia 12 de janeiro, também por problemas causados após uma enxurrada, a Serra do Corvo Branco deve ser reaberta para veículos a partir de quarta-feira (30). De acordo com Rogério, na segunda-feira (28) o Deinfra fará o reforço da sinalização dos pontos mais críticos, para que a estrada possa voltar a receber tráfego de veículos a partir da próxima quarta-feira. A liberação acontecerá das 6 horas às 19 horas, somente para veículos leves e caminhões com até dois eixos. Durante a noite a interdição será mantida.

CL Mais