A Câmara de Vereadores de São Joaquim vem protagonizando vários embates nas últimas sessões e pelo que consta houve até um “pedido a cassação” do atual Presidente Admir Nunes, feita por um cidadão joaquinense em uma petição feita em 25 de maio de 2020.

Mas o fato ainda não veio a público, por isso a imprensa de São Joaquim, representada pelos meios de comunicação como o NotiserraSC, Radialista Alencar Macedo, São Joaquim Online e Radialista e repórter Leoberto Waltrick redigiram e assinaram um ofício endereçado a câmara, pedindo informações sobre esse fato meramente inédito na história moderna de São Joaquim.

No documento, os meios de comunicação solicitaram informações, conforme a Lei de Acesso a informação, que confere o acesso a informação pública, sofre fatos pertinentes de interesse público e de imprensa.

 

Como a imprensa é um elo importante de informação com a comunidade e quem vem sendo questionada pelos seus leitores e ouvintes sobre os acontecimentos da Casa Legislativa, o ofício pede dados e cópias de documentos sobre o pedido de afastamento do Presidente da Câmara, pois este fato está gerando dúvidas perante a população, sendo que a Imprensa tem o dever de informar e esclarecer essas dúvidas.

Na sessão ordinária da última segunda-feira (08), a discussão sobre o assunto foi ainda mais acirrada, alguns vereadores chegarma a pedir cópias desta mesma documentação em 48 horas. Agora resta esperar que a Câmara responda de forma célere aos pedidos feito por ofício pela imprensa de São Joaquim. Pedido este, que protocolado na Câmara no dia 08 de junho as 15h57min.

Por Imprensa Unida de São Joaquim