[dropcap]A[/dropcap]s temperaturas baixas são sinônimo de lucro para comerciantes e hoteleiros de São Joaquim, na Serra Catarinense. Anualmente, milhares de pessoas visitam o município, movimentando hotéis, restaurantes, postos de combustíveis e o comércio em geral. Tal cenário acaba gerando renda e riqueza para os moradores.

Estudo do Conselho de Turismo da Serra Catarinense (Conserra), órgão ligado à Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), aponta que São Joaquim, depois de Lages, é o segundo município da Serra que mais agregou movimento econômico em 2017. Durante este período, o setor registrou saldo superior a R$ 2,9 milhões, seguido por Bom Jardim da Serra com mais de R$ 2,4 milhões e Urubici com R$ 2,1 milhões.

A rede hoteleira é um dos setores que mais se beneficia com o frio. “Na alta temporada, o movimento cresce de 40% a 50% e, nos fins de semana, só se consegue vaga com reserva antecipada”, declarou Reinaldo Ferreira, proprietário do Hotel Nevada, no Centro da cidade.

 

Turistas procuram artesanato e produtos locais

O ritmo de turistas em São Joaquim, quando as temperaturas despencam e, especialmente quando há previsão de neve, como aconteceu na última quinta-feira (9), chama a atenção. Enquanto alguns optam por ficar nas ruas curtindo o frio e fazendo fotos diante dos termômetros, outros procuraram bares e restaurantes.

Há também quem prefira visitar a Exponeve, no Parque Nacional da Maçã. No local, o turista encontra artesanato típicos da região, garantindo renda para os comerciantes que atuam no local. O estudante Felipe Guedes, 33, e a professora Paula Oneill Guedes, 29, vieram de Florianópolis para curtir o frio em São Joaquim. Na sexta-feira (10), o casal aproveitava para visitar a feira. “Vamos aproveitar e levar um vinho da região”, disse Felipe.

A Exponeve abriga, atualmente, 16 comerciantes. Além do artesanato, oferece outros produtos, como mel, couro, geleias, doces, entre outros. “Durante o inverno, principalmente nas férias de julho, as vendas aumentam cerca de 80%. Nosso foco é o turista, recebemos visitantes de todo o Brasil”, explicou a vendedora Rafaela Borges Nuernberg.

Município investe em infraestrutura

Outro aspecto que tem ajudado a atrair turistas para São Joaquim é a melhoria na infraestrutura viária local. Ruas e avenidas da cidade foram revitalizadas. Além disso, recentemente, foi pavimentada a SC-114, principal via rodoviária de acesso ao município.

Outro elemento importante se refere à mobilização de lideranças da Serra no sentido de atuar de maneira integrada para desenvolver o turismo. “Temos percebido maior consciência dos gestores municipais, estamos vendendo melhor a nossa região”, acrescentou Sara.

Adecir Moraes – CL MAIS