Comandante Paulo Diniz foi subcomandante do 5º BBM por dois anos – Foto: Bega Godóy

Por Correio Lageano 

O coronel CBM Ariovaldo da Silva Pacheco passou o comando do 5º Batalhão de Bombeiros Militar de Lages ao tenente-coronel Paulo Diniz Arruda Nunes. A solenidade, que contou com várias autoridades, aconteceu quinta-feira (4) à tarde no batalhão do Bairro São Cristóvão.

 

O novo comandante será responsável pelo maior Batalhão de Corpo de Bombeiro de Santa Catarina em se tratando de extensão territorial e quantidade de municípios, uma vez que abrange 48 cidades, sendo que 14 delas comportam quartéis.

 

Diniz disse que espera dar continuidade aos trabalhos do seu antecessor. Ele já passou por Lages entre 2014 e 2016 quando foi subcomandante do batalhão e, agora, retorna para ser comandante trazendo na bagagem experiência e conhecimento prévio do batalhão, o que, segundo ele, facilitará o trabalho. “Um desafio grande e tão grande quanto o batalhão, que tem bastante dificuldade, mas consegue com muita garra e participação de seu efetivo superá-las,” explica. 

O comandante salientou que sempre priorizou o  efetivo com capacitação, instrução e treinamento, melhoria das instalações físicas, equipamentos e viaturas, de maneira a proporcionar condições para que o bombeiro desenvolva um trabalho de qualidade.

E ainda tem como premissa uma boa relação com a comunidade, incluindo-a dentro do quartel, a exemplo dos curso de bombeiros comunitários. “Baseado nessas premissas, são as minhas diretrizes para o comando. Durante os próximos dias, vou obter informações específicas do batalhão para elaborar um plano de comando,” assegura. “Espero ficar o tempo suficiente para fazer um bom trabalho”, resume.

Estado confirma doação de terreno

Na ocasião da troca de comando do 5º BBM, foi oficializada a doação, ao 5º BBM, do terreno onde era a antiga estrutura da Casan. Articulador da doação do terreno, Juarez Mattos estava na solenidade. Segundo ele, as negociações iniciaram-se em novembro do ano passado, quando ainda era secretário regional.

“Uma grande polêmica esse terreno. A população cobrava um destino para ele, pois estava deteriorando e em ruínas. Conversando com os bombeiros, a Polícia Militar e com a direção de Presídio Regional, sugerimos dividir o espaço em três partes. Como entendo que aqui é uma área de segurança, propus a doação”, explica.

O terreno corria risco de ser leiloado e Mattos pediu a suspensão e sugeriu a doação do Estado para as  instituições. “Importante para a região e Santa Catarina, pois teremos um Centro de Treinamento de Cães que prestarão serviço para o bombeiro. Além disso, era um grande anseio da população a ocupação desse espaço,” ressalta.

O centro de treinamento será denominado CT Barney, em homenagem ao Cão Bombeiro, que morreu em serviço, em maio deste ano, durante um resgate no Sul do Estado. Anteriormente, o terreno com 9.262,00 m² estava cedido através de Termo de Cooperação Técnica e, agora, foi transferido ao 5º BBM através da portaria nº 202 do DOE de 17/05/2019.