Ouça a matéria em Áudio: 

[dropcap]U[/dropcap]ma luta histórica, iniciada há 25 anos pelos moradores da Serra Gaúcha, chegou ao fim na tarde desta terça-feira, 24, no Palácio Piratini, com a sanção da lei que institui a Rota Turística Caminhos da Neve. De autoria do deputado estadual Gabriel Souza (PMDB), o Projeto de Lei (PL) 321/2015, apresentado no seu primeiro ano de mandato, tem por objetivo fortalecer e promover a integração turística entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Integram a rota os municípios de Nova Petrópolis, Gramado, Canela, São Francisco de Paula, Jaquirana e Bom Jesus. Com isso vai integrar também a Serra Catarinense, ligando até as cidade de São Joaquim. 

O Prefeito Giovani Nunes, que esteve em Porto Alegre, capital gaúcha, participando do ato de assinatura da Lei, afirmando que essa rota tão sonhada por todos, visando o turismo na região e fomentar a economia. Fomos bem recebidos pelo Deputado Gabriel Souza, ele que fez a lei aqui no RS, estamos felizes por ser bem recebido e representar nossa região, a Serra Catarinense, representado todas as pessoas que buscaram a anos esse desenvolvimento da Serra Gaúcha e Catarinense”  registra o Prefeito Giovani.

O autor do PL frisou que a partir de agora o Estado poderá estabelecer parcerias com a iniciativa privada, municípios, governo federal e universidades. “Esta lei reconhece o caminho a ser percorrido pelos gaúchos no sentido de buscar uma integração maior naquela região e promover o desenvolvimento econômico e social, integrando as serras gaúchas e catarinense”, destacou Gabriel.
 
Assinada pelo governador José Ivo Sartori, a sanção representa mais um passo para a integração entre Bom Jesus (RS) e São Joaquim (SC), permitindo assim que os estados possam realizar ações conjuntas de promoção da rota turística. “O projeto valoriza o turismo, além de promover, através do desenvolvimento econômico, a geração de emprego e renda para as famílias que vivem na região”, afirmou. Sartori disse ainda que a assinatura demonstra que “a gente acredita no potencial do nosso estado, das nossas regiões e das nossas cidades”.