Com receio de não conseguir escoar o produto, diversos atacadistas reduziram a entrada de maçã na Ceagesp nesta semana (22 a 26/03). De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, o ocorrido se deve às restrições de funcionamento de alguns setores, diante das medidas mais severas que estão sendo adotadas na maioria das cidades do estado.

Este cenário acarretou, inclusive, na suspensão da atividade presencial de supermercados, sobretudo aos finais de semana, o que levou a muitos varejistas a reduzir os seus pedidos a fim de não haver estoque de mercadorias – especialmente das mais perecíveis, mas a maçã não “escapou” desta situação.

Além disso, é importante lembrar que agora é fim de mês e a demanda na ponta final se encontra desaquecida. Isso tudo pesou sobre as vendas da Ceagesp e, consequentemente, nos preços obtidos, que voltaram a cair. A fuji 110 Cat 1 foi vendida a R$ 73,75/cx de 18 kg no entreposto, recuo de 5% frente à passada.

Para a próxima semana, a expectativa é de que o cenário se mantenha e continue pressionando as cotações da maçã.

Fonte: hfbrasil.org.br