A OAB de Lages realiza amanhã (quinta-23) e sexta (24) a 5ª Conferência de Direito Serrano, no Centro de Ciências Jurídicas da UNIPLAC, reunindo cerca de 150 participantes, entre advogados, professores e acadêmicos. “É um evento consagrado, que debate as questões de maior relevância dos profissionais da área”, resume Célio Spagnoli, presidente da subseção de Lages, fundada há 45 anos que representa mil advogados na região. Marcus da Silva, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Santa Catarina, abre o evento com a palestra ‘As bases e as perspectivas da Advocacia’ e fala sobre o tema:

P – O Brasil experimenta 30 anos de regime democrático, apesar de ameaças e dificuldades. Os advogados ganharam mais importância neste cenário?

Marcus da Silva – Sem dúvida, pois em conjunto com a magistratura e o Ministério Público, os advogados formam o tripé que garante a real Justiça em um Estado democrático de direito, conforme previsto em nossa Constituição. O advogado é um agente fundamental para a manutenção da ordem jurídica.

P – Quais são os desafios da nova geração de advogados?

Marcus da Silva – Em toda profissão o início da carreira é muito difícil, inclusive financeiramente. Mas precisamos assegurar aos jovens profissionais as mesmas prerrogativas dos experientes, não há distinção hierárquica entre eles, além de proporcionar vivência jurídica, para que tenham confiança e experiência. E, sobretudo, aprender com eles, que trazem uma cultura distinta, da comunicação instantânea e de uma visão de mundo digital.