Em nota, a Polícia Militar de Santa Catarina confirma que coletes à prova de bala usados pelos policiais do Estado perderam a validade em novembro de 2019, porém a aquisição das novas peças por meio de pregão licitatório foi feita e devem chegar após 120 dias da compra. Assim, a Polícia Militar de Santa Catarina vem adotando o sistema de revezamento dos coletes balísticos em algumas regiões do Estado, desde então. A situação vem ocorrendo porque a corporação está tirando de circulação as peças que perderam a validade.

Em Lages, a determinação chegou, mas o comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Alfredo Nogueira, disse que não pode emitir opinião sobre uma decisão estadual.
Ainda de acordo com a nota, o processo está na fase de teste de amostras, e após essa etapa, passa a correr o prazo de entrega. Os recursos utilizados são extra-orçamentários e deverão chegar a R$ 10 milhões.

A PMSC destaca que os novos coletes vão proporcionar maior conforto aos policiais. Entre as novidades, as peças possuem tamanho mais adequado às mulheres e maior proteção balística