Membros do PSL de São Joaquim junto com o Governador Moíses também do PSL

Um Diretório, em direito eleitoral, é um órgão de administração de um partido político. É escolhido entre as pessoas filiadas ao respectivo partido para compor sua diretoria, comumente havendo representantes de todas as facções existentes naquele partido.

Em São Joaquim, o PSL (Partido Social Liberal), teve seu pedido homologado pela justiça eleitoral, onde já poderá lançar candidatos em eleições futuras.

Parte dos membros do PSL de São Joaquim

Na presidência ficou Marcelo Henrique Nunes, vice Guliherme Couto Strickert, secretário geral Leonardo Tenfen, primeiro secretário Leandro de lima JR, tesoureiro Giovane Franzoi, como vogal Marcio Martins Velho e Marcos Doralino Nunes.

Segundo o presidente do diretório  Municipal, Marcelo Henrique Nunes, a meta do PSL na cidade é acabar com o coronelismo na política local. “Nossa principal meta é acabar com a velha política de toma la da cá e indicar pessoas técnicas para os cargos,  para depois podermos cobrar projetos, sem os velhos cabides, saindo assim daquele circulo vicioso de que só os mesmo estarem nas lideranças” afirma.

Partido Social Liberal (PSL) é um partido político brasileiro historicamente alinhado ao social-liberalismo, mas atualmente liberal apenas no âmbito econômico, defendendo o conservadorismo nos costumes.

Anteriormente considerado um partido nanico, nas eleições de 2018 o PSL se tornou o segundo maior partido do Brasil em número de parlamentares eleitos na Câmara dos Deputados, perdendo apenas para o Partido dos Trabalhadores. Porém, com a troca de legendas que ocorreu em Janeiro e Fevereiro de 2019, o PSL ultrapassou o PT e se tornou a maior legenda da Câmara dos Deputados.