Ouça a matéria em Áudio: 

Na tarde do dia 21 de abril, aconteceu no Pavilhão de Remates do Parque Nacional da Maçã, em São Joaquim, a 40ª Feira do Terneiro e da Terneira, que é promovida pelo Sindicato Rural e Associação Rural de São Joaquim e tem o apoio da Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina – FAESC e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR.

O preço médio de vendas dos animais foi de R$7,30 para os machos e de R$6,76 para as fêmeas. Ao todo foi movimentado cerca de R$941.300,00 em vendas.

Para o leiloeiro, Delamar Macedo, o evento é um dos mais importantes do ramo no estado e fomenta a economia para o setor. “São Joaquim produz genética e terá boa performance com o gado e a expectativa é uma das melhores para o evento ” salientou Barbieri.

Para Marcos Pagani, presidente do Sindicato Rural de São Joaquim, os produtores de São Joaquim vem a cada ano melhorando e surpreendendo na qualidade genética, onde sinaliza em uma boa comercialização durante a feira. “A importância desse evento, é uma amostra do nosso rebanho, é fazer negócios, o produtor traz seus animais e encontra preços mais justos, isso incentiva o trabalho com a genética melhorada e fomenta a qualidade” conta Marcos.

O prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, comenta que esse evento impulsiona a economia, porque sai uma parcela significativa de resultados para o município. “São Joaquim já é grande destaque pela genética e qualidade do rebanho. Queremos parabenizar os pecuaristas e temos um grande orgulho da produção que acontece em São Joaquim, nossa qualidade é ímpar e conduz e mostra que nossa produção é de excelente qualidade” frisa Giovani.

O evento com a participação dos produtores realizou leilão em benefício ao Hospital Coração de Jesus de São Joaquim e APAE, demonstrando a preocupação filantrópica dos organizadores do evento.