Aprovado por unanimidade no plenário da ALESC (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), durante a sessão ordinária desta terça-feira (3), o requerimento do deputado Bruno Souza (sem partido), que solicita a devolução ou venda da residência oficial da vice-governadora, Daniela Reinehr.

Na semana passada, a vice-governadora explicou os gastos divulgados em quase R$ 300 mil com a residência oficial. Segundo sua assessoria, as instalações destinadas ao trabalho no Centro Administrativo estariam prejudicadas devido a reformas, assim a residência oficial estava sendo utilizada para atividades oficiais e recepção de autoridades.

O requerimento aprovado na ALESC pediu também o cronograma dessas obras de reforma e o prazo estimado de conclusão. “Nada mais justo solicitarmos o cronograma de entrega das obras. A previsão de desembolso e quando pode ser vendida. Acabar com este resquício imperial. O Brasil deixou de ser império e durante a república ainda temos manias e rituais de realeza. Temos que nos tornar uma república de fato onde todos são iguais perante a lei”, ressalva o parlamentar.

Fonte: Assessor de Imprensa – Deputado Bruno Souza