[dropcap]O[/dropcap] prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, acredita que até o final do seu mandado, ano que vem, o aeroporto local, Ismael Nunes já deverá estar em pleno funcionamento para receber aeronaves de pequeno porte. Isso porque, segundo ele, o estudo ambiental foi aprovado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) o que ele considera uma das etapas mais difíceis.

“Não tem nenhum impedimento ambiental. Falta fazer algumas adequações conforme critérios estipulados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)”. Ele se refere ao cercamento de toda a área, criar uma  área de escape nas laterais (20 metros para cada lado da pista) e um recuo da pista nas cabeceiras, aterramento 70 metros em cada direção. Os serviços custarão cerca de R$ 400 mil, recursos que Giovani quer buscar em parceria com o Governo do Estado.

O prefeito lembra que a pista está  pronta há seis anos e a luta para ter um aeroporto passa de 20 anos. Na época, a pavimentação da pista também foi realizada por meio de parceria com o Governo do Estado.

Recentemente, o aeroporto recebeu a visita do gerente da secretaria de infraestrutura e mobilidade aeroviária de Santa Catarina, George Picinato. Ele afirmou que fez visita técnica dia 18 do mês passado e percebeu que a pendência relacionada à licença ambiental para o aeroporto operar foi resolvida.

A licença possibilita que o departamento da Secretaria de Estado de Infraestrutura dê continuidade nas outras ações voltadas à parte de segurança operacional do aeroporto. Confirmou que existem algumas adequações a serem feitas e que a pista tem 1.380 metros de extensão por 30 metros de largura. O aeroporto precisa de certificação para operar e, por enquanto, apresenta as condições de infraestrutura necessárias exigidas pela Anac.

Próximas etapas

O próximo passo é elaborar um plano básico da zona de proteção do aeroporto, para que seja ingressado o pedido de inscrição cadastral junto à Anac. Esse plano consiste em realizar um levantamento topográfico no entorno do aeroporto para identificar possíveis obstáculos e ou a implantação de futuros obstáculos. “Iniciamos essa semana esse processo.

Devemos conversar com a Prefeitura de São Joaquim, paora iniciar os trâmites necessários para finalizar a execução desse plano”, explica o gerente.  Porém não há previsão de quando o estudo fica pronto e nem quando o aeroporto terá certificação para operar.

George afirma ainda, que depois do estudo pronto, o local passará por inspeção da Anac. Quando começar a operar, o aeroporto vai atuar no segmento de aviação geral (táxi aéreo, transporte de órgãos e enfermos, segurança pública e  transporte de empresários e executivos. São Joaquim é um dos principais destinos turísticos no inverno.

Histórico

O aeroporto  Ismael Nunes foi inaugurado há mais de 50 anos, mas apenas em 2010 a pista começou a ser pavimentada. O asfaltamento recebeu um investimento de mais de R$ 5 milhões vindos dos governos Federal e Estadual,  mas problemas de drenagem com a base da obra foram identificados pelo Tribunal de Contas da União e a construção precisou ser reavaliada.