Unifique

De 16 a 30 de janeiro de 2022, o salão comunitário da localidade de São Sebastião da Várzea, em São Joaquim, recebe a exposição fotográfica ‘’Viés das Raízes Negras: memórias da comunidade afrodescendente de São Sebastião da Várzea’’, idealizada por Cassiano Suhre da Rosa, com curadoria de Lela Martorano e assessoria de imprensa por Ana Paula Lemos.

 

 

Contemplada pelo Edital Elisabete Anderle de estímulo à cultura – 2020,  a exposição visa restabelecer as conexões de memórias entre gerações da população negra na comunidade, a partir da fotografia, bem como, proporcionar uma reflexão sobre a importância das famílias afrodescendentes na história dessa localidade, na cidade de São Joaquim, na Serra Catarinense.

 

‘’Há poucos registros sobre as características culturais e ramificações dos percursos das famílias afrodescendentes, sobretudo nas comunidades de cidades interioranas, em diversas regiões de Santa Catarina’’, comenta Cassiano, que busca reconstruir sua própria história e preencher lacunas da memória afetiva da comunidade, através dessa pesquisa fotográfica.

 

Diante a pandemia, em agosto de 2021, a exposição ocorreu em ambiente virtual, através do site www.raizesnegrasdavarzea.com que permanece no ar. A comunidade aguardava ansiosa pela exposição física, que agora já tem data marcada. Na abertura, dia 16 de janeiro, a partir das 16h,  ocorrerá um café comunitário, no qual todas as comunidades estão convidadas e para participar basta levar um prato de doce ou salgado para a partilha. A exposição fica até dia 30 de janeiro no salão comunitário da Várzea, tendo a entrada totalmente livre e gratuita. Todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 serão respeitados.