Iniciou em São Joaquim, na manhã desta quinta-feira, os trabalhos para o projeto da mobilidade urbana, que em breve será implantado em São Joaquim.

Agentes contratados pela empresa responsável pelo Plano de Mobilidade ficaram colocados estrategicamente em pontos onde o fluxo de veículo é maior, durante o dia eles contaram cada carro que passou nesses locais, tendo uma contagem para posteriormente fazer parte dos estudos relacionados ao plano.

No dia 01 de agosto aconteceu no SESC, uma reunião junto com a comunidade onde foi apresentado a empresa que fará o estudo. Na ocasião os joaquinenses puderam debater sobre o assunto e dar ideias, que poderá fazer parte da mobilidade.

Mobilidade urbana é definida como a facilidade de deslocamento das pessoas e bens na cidade, com o objetivo de desenvolver atividades econômicas e sociais no perímetro urbano de cidades, aglomerações urbanas e regiões metropolitanas. Tais deslocamentos são realizados através de veículos motorizados e não motorizados, além de toda a infraestrutura, dentre as quais vias e calçadas, que possibilita o ir e vir cotidiano.

O Plano de Mobilidade Urbana do Município de São Joaquim deverá analisar os modais:

 

Rodoviário, aeroviário e cicloviário, contemplando minimamente o seguinte:

 

– Acessibilidade para pessoas com mobilidade restrita;

 

– Áreas de estacionamento;

 

– Áreas e horários de acesso restrito;

 

– Circulação viária;

 

– Distribuição de bens carga e descarga;

 

– Infraestrutura do sistema de mobilidade urbana;

 

– Mobilidade no espaço público, de pessoas e mercadorias;

 

– Polos geradores de tráfego;

 

– Serviços de transporte coletivo;

 

– Sistemática de avaliação, revisão e atualização do Plano de Mobilidade Urbana;

 

– Táxi, moto-taxi, transporte escolar, transporte coletivo, fretamento municipal e intermunicipal.

 

– Localização da Estação Rodoviária.