[dropcap]A[/dropcap] Cooperativa Agrícola Frutas de Ouro,  constituída por pequenos e médios produtores de maçãs da região de São Joaquim, comemorou, no dia 18 de Maio, 20 anos de trabalho em São Joaquim, serra de Santa Catarina.

Foto: Bruno Rosa

A Frutas de Ouro iniciou seus trabalhos no dia 23 de abril de 1998, quando 34 fruticultores se organizaram e fundaram-na. Até aquele momento as frutas desses produtores eram comercializadas por diversas empresas, fazendo com que se perdesse a identidade de origem. Com a visão de agregar valor e divulgar ao consumidor a procedência de frutas de qualidade , proveniente de uma região privilegiada na Serra Catarinense por possuir condições climáticas únicas para a produção de frutas de clima temperado, a Frutas de Ouro, através do cooperativismo viu a possibilidade do reconhecimento destes fruticultores nos mercados nacional e internacional.

Com esse diferencial a Frutas de Ouro cresce ao longo dos anos, atualmente conta com uma comercialização de aproximadamente 500 mil caixas de maçãs ao ano, capacidade de estocagem de 6.500 mill toneladas em câmaras frigoríficas, contando com 225 hectares de pomares com uma produção média anual de 10.000 toneladas de maçãs nas variedades Fuji, Fuji Suprema, Fuji Mishima, Gala, Imperial Gala, Galaxy e Brookfield. O Packing House possui 6.500m2 de área construída em um terreno de 80.000m2, com localização privilegiada, próximo as principais malhas viárias e portos do sul do país.

Atualmente, a Presidente da Cooperativa, Marilene Silveira Castelo Branco , conta que a Frutas de Ouro está entre as principais cooperativas de Santa Catarina, gerando empregos e a economia de São Joaquim a 20 anos. “Estou a 17 anos na cooperativa, acompanhei ela nascendo, hoje a importância que tem para nossa cidade é muito grande, mais de 70 colaboradores e famílias trabalham conosco, também, nossa marca é reconhecida nacionalmente, como marca forte de maçãs no brasil, é encantador esse trabalho, que faz esse desenvolvimento” frisa Marilene Castelo.

Para Marciano Bittencourt, que faz parte da diretoria da Frutas de Ouro, conta que os 20 anos da cooperativa é muito importante, pois é uma alternativa para melhorar a economia da cidade e melhorar o preço da fruta para comercializar. “Os produtores viram a necessidade de se juntar, começar a se organizar e construir uma estrutura, para que se possa ter uma remuneração melhor, hoje estamos organizados, produzindo bem e fazendo história” enaltece Marciano.

Antônio Nascifico, cooperado da Frutas de Ouro, afirma que está feliz com os 20 anos e que se sente orgulhoso em fazer parte da cooperativa desde o início. “Enfrentamos bastante dificuldades, mas hoje a Frutas de Ouro é uma realidade, e nós sendo cooperados é muito importante” salienta Nascifico.

Geraldo Costa Dutra, produtor e cooperado, explica que a empresa nasceu de um desafio de poder agregar valor ao fruto. “O produtor trabalha com um fruto in natura, o que podemos fazer é classificar, embalar e vender, por isso formamos a Frutas de Ouro, foi difícil, mas hoje estamos entre as principais marcas de maçã do Brasil” conta Geraldo.

Buscando o reconhecimento no mercado, a cooperativa possui seis  marcas comerciais, sendo elas Frutas de Ouro, São Quincas, Pérola Negra,  Morro Agudo, São Joaquim e Jóquinha as quais mostram a identidade da cooperativa no mercado consumidor pela qualidade e  padrão de classificação.

Atenta à evolução e fixação de novas tecnologias a empresa prima pela qualidade, a qual é uma constante em seu dia-a-dia. O aperfeiçoamento se dá através do desenvolvimento das pessoas que compõem o quadro funcional e da busca contínua de tecnologias de ponta para obtenção dos melhores resultados.

[FinalTilesGallery id=’6′]