Foto: Sul in Foco

A nova queda de barreira registrada na manhã desta quinta-feira (26) no km 406 da SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller, reforçou o resultado apontado pela vistoria realizada pela Defesa Civil de Santa Catarina, nessa quarta-feira (25).

Com a grande quantidade de chuva e vento ocorrida nos últimos dias, a barreira com rochas e também árvores caiu por volta das 6 horas. Conforme informações repassadas pela Polícia Militar Rodoviária – PMRv do mirante, o trânsito ficou em meia pista e não houve necessidade de interdição.

A vistoria nos pontos que apresentam risco de desmoronamento, realizada no dia anterior, previu o acontecimento. Por sorte, não houve danos materiais, nenhum veículo foi atingido e ninguém ficou ferido. Entretanto, à medida que o tempo passa e a obra não é iniciada, os riscos só aumentam.

Foto: Divulgação / Sul in Foco

“Constatamos que o risco evoluiu. Além dos seis pontos que deslizaram desde janeiro, estamos com uma deformação na pista de rolamento, que também vem sofrendo com o tráfego e a chuva. Existe o risco de que a pista venha romper e novos deslizamentos aconteçam”, explicou o assessor técnico da Defesa Civil, Humberto Alves da Silva, à reportagem da NSC TV.

O Departamento Estadual de Infraestrutura – Deinfra, por sua vez, afirma que os recursos precisão ser liberados pelo Governo Federal para que seja realizada a licitação da obra de contenção, no valor de aproximadamente R$ 20 milhões. O resultado da perícia realizada nessa terça-feira (24) será encaminhado ao Ministério da Integração Nacional para reforçar a importância da liberação valor.

No último monitoramento feito em fevereiro com a ajuda de um drone, a Defesa Civil identificou 23 pontos de risco. Tal relatório, que prevê a instalação de telas metálicas para conter as pedras em caso de deslizamento, também já foi entregue ao Deinfra e ao Ministério da Integração Nacional.

Ações em 25 pontos – Em abril deste ano, o governador Eduardo Pinho Moreira entregou ao presidente da República, Michel Temer, e ao ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua Andrade, o plano de prevenção na rodovia, que está aprovado e aguarda liberação de recursos.

De acordo com o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Renato Newton Ramlow, o projeto da Serra do Rio do Rastro prevê a execução de obras preventivas em 25 pontos ao longo da SC-390, passando pelas cidades de Orleans, Lauro Müller e Bom Jardim da Serra. “Serão incluídos serviços de supressão vegetal, limpeza de canaletas e bueiros, além de aplicação de telas metálicas de alta resistência e cortina atirantada”, destacou o coronel.

Foto: Divulgação / Sul in Foco

Foto: Divulgação / Sul in Foco

Fonte: Portal Sul In Foco