Dados da Agência de Inteligência do 6º Batalhão de Polícia Militar em Lages revelam que no mês de julho foram registrados 17 roubos na cidade. Destes, 30% cometidos por um grupo que foi desmantelado pela PM na quarta-feira (25) com a prisão de um integrante e a recuperação de um celular roubado.
A polícia já sabe quem são os outros dois homens e segue na investigação.  Algumas vítimas, inclusive, já reconheceram os suspeitos. O comandante do 6º BPM, tenente-coronel Alfredo Nogueira, alerta para que outras pessoas que tenham sido vítimas deste tipo de crime recentemente denunciem. “É importante para o trabalho da polícia que as vítimas procurem o batalhão para ter acesso às fotos e reconhecê-los”.
Prisão
O primeiro a ser preso foi um rapaz de 19 anos. A Polícia Militar recebeu a denúncia de uma jovem que relatou que ao sair da universidade, por volta das 20h de terça-feira (24), foi abordada por dois indivíduos.  Armados com uma faca, eles obrigaram a jovem a entregar o celular.
A vítima relatou aos policiais que os suspeitos fugiram em veículo sandero preto. Depois de realizar diligencias e investigação, a PM descobriu quem estava com o celular e verificou que era morador do bairro Santa Clara. O rapaz possui várias passagens policiais pelos crimes de posse de drogas, furto em veículo, fuga de pessoa, resistência, desobediência, desacato e ameaça a integridade física.
Diante do fato e com o conhecimento de outros roubos ocorridos nos últimos dias na cidade de Lages, a Agência de Inteligência entrou em contato com outras vítimas para que identificassem as características dos autores e pudessem reconhecê-los. A polícia tem conhecimento de que o grupo era formado por três homens e segue em busca dos outros dois.
Como agiam
O grupo agia geralmente no período da noite. Circulavam pela cidade em um veículo escuro e, após escolher as vítimas, abordavam e ameaçavam a pessoa com o uso de uma faca e roubavam os seus pertences pessoais.

 

Por Catarinas || Foto: PM