[dropcap]H[/dropcap]á muito tempo as mulheres iniciaram a guerra contra os pelos, diversos métodos já foram testados, aprovados ou não, para a eliminação.
Atualmente, a melhor tecnologia para acabar com os pelos é sem dúvida o laser de diodo. A energia luminosa emitida pelos equipamentos de laser possui como alvo a melanina presente no folículo piloso, ao atingir essa estrutura o laser gera uma lesão térmica conhecida como fototermólise seletiva, gerando danos ao folículo piloso sem causar alterações à pele.

Muitas são as duvidas sobre esse método, vamos as principais:

  1. É um método de depilação definitivo?

A depilação a laser é conhecida popularmente como depilação definitiva. Porém a melhor denominação seria depilação progressiva, pois os resultados são alcançados com o decorrer das sessões e permanecem por um período de tempo variável necessitando de sessões de manutenção.

  1. Quantas sessões são necessárias?

Em geral obtemos bons resultados com uma média de 6 a 8 sessões. Esse número pode variar de acordo com o fototipo do paciente e tipo de pelo. Quanto mais clara for a pele, mais escuro e grosso for o pelo, menor será o número de sessões necessárias, devido a maior concentração de melanina no folículo piloso (alvo do laser) e menor presença de melanina na pele. É recomendado uma sessão de manutenção anual para manter o resultado.

  1. É possível acabar com os pelos brancos, loiros e ruivos?

Infelizmente essa é uma tecnologia que ainda não funciona para exterminar pelos brancos. Como esse pelo não tem melanina não pode ocorrer a fototermólise seletiva.

 

  1. Qual o método de depilação permitido entre as sessões?

Não é recomendado qualquer método de depilação que remova o pelo pela raiz. Como a maior concentração de melanina está na raiz do pelo deve-se interromper o uso de cera, pinça e linha. Sendo permitido aparar com tesoura, uso de lâminas e cremes depilatórios.

  1. As sessões são doloridas?

A sensação relatada durante o tratamento é algo bastante variável. Pacientes que estão acostumados com a depilação à cera relatam desconforto menor durante o laser.
A dor também é dependente do tipo de laser utilizado, local a ser tratado (regiões como barba e virilha são mais sensíveis). Dispositivos com ponteira resfriada, sistema de vácuo acoplado as ponteiras de laser visam reduzir ao máximo o desconforto. Além disso, os pacientes podem fazer uso de anestésicos tópicos ou compressas de gelo.

  1. É seguro para todos os tipos de pele?

Sim. Existem lasers que podem ser utilizados por todos os tons de pele. O tratamento de peles escuras é em geral mais longo, pois requer mais cuidado devido a alta concentração de melanina na epiderme.

A depilação a laser é um procedimento que traz bastante satisfação aos paciente, destaco que a avaliação precisa do profissional que irá aplicar é fundamental e determinante para o sucesso e segurança do tratamento.

Se ame, se cuide!