[dropcap]F[/dropcap]oi realizada nesta terça-feira, 16, no Auditório do Sindicato Rural de São Joaquim uma reunião de sensibilização com os produtores rurais para o Cadastramento da Safra Cidadã. O objetivo do cadastramento é conhecer os trabalhadores que atuam na safra da maçã, como por exemplo, de onde vem, como chegam ao município e através de quem?. Atualmente São Joaquim não possui dados com o número de pessoas que estão trabalhando na safra.Portanto, é necessário fazer um banco de dados, com números precisos, para que o município esteja preparado para os serviços nas áreas da saúde,educação e no âmbito social, além de auxiliar o trabalho da segurança pública.

 

O promotor de justiça, Gilberto Assink explica que a intenção do cadastramento não é  limitar aqueles que querem trabalhar. “O que se busca é a organização e a identificação dos trabalhadores, evitando que maus elementos, muitas vezes mal intencionados, com mandado de prisão em aberto, se infiltrem nos pomares para cometerem delitos. Mas de nada adianta falarmos, se não agirmos, por isso pedimos que multipliquem estas informações para que os fruticultores exijam dos seus trabalhadores o cadastramento”, afirmou o promotor.

 

A assistente social do município, Lusiane Zandonadi, explica que os trabalhadores devem comparecer na Amap para fazer o cadastramento. “Também é possível os produtores retirarem as fichas na Amap e levarem para preencher em sua propriedade, com os funcionários que já são seus colaboradores. É muito importante preencher os dados corretamente”, afirmou.

 

A secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional ADR São Joaquim, Solange Scortegagna Pagani, reforça a importância desta dessa ação. “Precisamos e queremos que pessoas de bem venham trabalhar na nossa Safra, onde produz-se as melhores maçãs do Brasil, mas acima de tudo queremos viver em uma cidade segura e com qualidade de vida”, destacou a secretária.

 

O cadastramento Safra Cidadã surgiu após as reuniões do Programa Crescendo Juntos, do Governo do Estado, que apontou a necessidade de organização na identificação dos trabalhadores temporários na área da fruticultura. O cadastramento é uma ação realizada pela Associação dos Produtores de Maçã de Santa Catarina – AMAP, com o apoio da Agência de Desenvolvimento Regional ADR São JoaquimPrefeitura, Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil e Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

 

A Amap está localizada na Rua Lauro Muller, nº 67, próximo à Prefeitura. O horário de atendimento é das 8 às 11h30min e das 13h30min às 17h30min.