O primeiro júri popular da comarca de Lages em 2020 será nesta terça-feira (11), a partir das 10 horas.  O acusado de matar um homem com um golpe de panela de pressão e pedradas na cabeça, em 2018, volta a sentar no banco dos réus. Em novembro de 2019, o juiz Geraldo Corrêa Bastos teve que dissolver o Conselho de Sentença que acompanhava os trabalhos porque o advogado do réu passou mal durante a sessão.

O fato ocorreu em um beco no bairro Universitário. Conforme consta na denúncia do Ministério Público, havia consumo de bebida alcoólica e uso de entorpecente. O réu e a vítima discutiram por causa do término da droga. Esse foi o motivo que que levou o denunciado usar uma panela de pressão e duas pedras para matar. Ele responde por homicídio qualificado pelo motivo torpe.

Os trabalhos iniciam com o sorteio dos jurados. Em seguida, serão ouvidas as testemunhas e o réu interrogado.  Os debates, com as falas da promotoria de justiça e defensor, ocorrem na sequência. Os jurados decidirão se o homem é culpado ou inocente da acusação. A fixação da pena é feita pelo magistrado, que lê a sentença e encerra a sessão.

NCI/TJSC – comarca de Lages