[dropcap]H[/dropcap]á um enorme mito em nossa cultura que precisa ser mudado. A ideia de que se colocar em primeiro lugar é uma atitude egoísta.

Nos diversos atendimentos que já realizei uma das maiores dores ocultas é o de esquecer em se colocar em primeiro lugar. As pessoas acabam vivendo em função de outras pessoas, dos seus filhos, marido/esposa, amigos, trabalho e acabam esquecendo de se olhar com mais amor para si mesmo.

O maior problema é que a maioria das pessoas, muitas vezes inconscientemente, associa a ideia de que precisamos priorizar pessoas na nossa vida. Isso significa que se eu coloco meus filhos em primeiro lugar eu tenho que estar em segundo lugar.

Em vez de priorizar as pessoas na nossa vida precisamos mudar a forma de pensar e começar a entender que elas não são prioridades mas sim uma extensão da nossa vida.

Uma analogia que uso muito, quem está acostumado a andar de avião já sabe que diz o aviso de segurança antes do vôo:

“Em caso de despressurização as máscaras de oxigênio cairão automaticamente. Caso esteja acompanhado de alguém que necessite de sua ajuda, coloque a máscara PRIMEIRO EM VOCÊ para em seguida ajudá-lo. ”

Você sabe porquê dessa importância? Temos uma grande vontade de querer ajudar os outros, sem primeiro cuidar de nós mesmos. Por mais que as intenções sejam boas, as consequências podem ser terríveis.

Uma pessoa que não está bem, não vai ser capaz de ajudar ninguém. Por isso, se colocar em primeiro lugar não é egoísmo, mas sim uma habilidade que precisamos desenvolver com urgência.

Se colocar em primeiro lugar é sinal de inteligência emocional.

Nunca se culpe por se olhar e se cuidar, não se culpe de buscar a vida que você merece. Se você estiver feliz e bem consigo mesma as pessoas ao meu redor também vão estar bem.

Pense no que você pode fazer pela sua própria felicidade. E então faça

 

Seja sua melhor versão!

Por: Danusa Moch

Coach Realização Pessoal

Realização Profissional e

Inteligência Emocional