Deslizamento de terra deixa trânsito parcialmente bloqueado na Serra do Rio do Rastro em SC — Foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv)
Deslizamento de terra deixa trânsito parcialmente bloqueado na Serra do Rio do Rastro em SC — Foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv)

[dropcap]U[/dropcap]m deslizamento de terra deixou uma pista da SC-390, na Serra do Rio do Rastro, em Lauro Mueller, bloqueada na madrugada desta sexta-feira (24).

A queda de barreira acontece próximo à região de Refúgio Grande, por volta das 4h30. Ninguém ficou ferido e nenhum veículo foi atingido, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária.

Pedras, terra e galhos de árvore caíram sobre a via. Até as 9h desta sexta, o trânsito no local permanecia em meia pista.

É o segundo deslizamento registrado neste mês no trecho. No dia 17 de janeiro, pedras e lama também bloquearam parcialmente o trânsito na SC-390, em Bom Jardim da Serra.

Nos últimos cinco anos, já foram registrados mais de 60 ocorrências de queda de barreira na rodovia. Em alguns casos, veículos que passavam pelo local chegaram a ser atingidos.

Trânsito na SC-390 ficou em meia pista após queda de barreira — Foto: Polícia Militar Rodoviária/Divulgação
Trânsito na SC-390 ficou em meia pista após queda de barreira — Foto: Polícia Militar Rodoviária/Divulgação

Obras de contenção sem data para começar

Lauro Mueller e Bom Jardim da Serra estão entre os municípios previstos para receber obras de contenção na rodovia. Mas os serviços, que serão realizados também Orleans, ainda não têm data para começar.

Em outubro de 2018, o governo federal destinou R$ 20 milhões para as obras preventivas na rodovia, que passa pela Serra do Rio do Rastro. Em março de 2019, o Governo do Estado entregou o termo de referência que serviu de base para o edital de licitação.

Atualmente, o processo licitatório está sendo analisado pelo Governo Federal, conforme informado pelo Governo do Estado. A empresa responsável pelas obras já foi escolhida, mas o dinheiro será depositado na conta do estado somente após a licitação ser aprovada. Com a verba, será possível assinar a ordem de serviço que dará início às obras no local.

Fonte: G1 SC