Na manhã desta sexta-feira (5 de março), os prefeitos dos municípios da Serra Catarinense que compõem a Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) realizaram um novo encontro por meio de videoconferência para analisar a situação da pandemia da Covid-19 na região.

Participaram o prefeito Antonio Ceron, a secretária da Educação, Ivana Michaltchuk e o secretário da Saúde, Claiton Camargo. O prefeito Ceron apresentou a situação de Lages, apontando a gravidade da pandemia no município que possui os hospitais de referência para o atendimento de pacientes na região serrana e que nessas últimas semanas tem atendido muitos casos. “Há dificuldade na implementação de mais medidas restritivas e por isso, é preciso a união dos prefeitos e do governo estadual para superarmos essa situação tão difícil”, afirma o prefeito.

Nesse encontro, o novo diretor do Hospital Tereza Ramos, Maurício Batalha, apresentou aos prefeitos presentes a situação da abertura e regularização da nova ala do hospital e quais encaminhamentos já foram alinhados pela diretoria e governo do Estado para agilizar a abertura de novos leitos necessários para internamentos de pacientes de todos os municípios serranos.

Atendendo às legislações vigentes no Estado de Santa Catarina, como a Lei Estadual nº 18.032 (08/12/2020) que torna a Educação como atividade essencial no território catarinense, o Decreto Estadual nº 1003 (14/12/2020) e a Portarias Estaduais Conjuntas SES/SED nº 983 (15/12/2020) que organizam os protocolos a serem seguidos por todas as unidades de ensino públicas, municipais e estadual e também privadas, e também, as recomendações do Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC), ficou decidido que até o momento as atividades pedagógicas presenciais permanecem na região e devem intensificar todos os cuidados e regramentos já estabelecidos.

Esta decisão pode ser alterada tendo vista novas decisões emitidas pelo governo estadual e por demais órgãos de saúde e epidemiologia. Amures fará um acompanhamento contínuo face aos índices de contaminação e da situação dos municípios da Serra Catarinense e novas discussões serão realizadas entre os prefeitos serranos.

Texto e fotos: Gustavo Cezar Waltrick